Parabéns, Pai!

 

4

Olha, olha!

Então não é que hoje o meu miúdo faz anos!

Não faço a mínima ideia o que é que ficaram a pensar depois de lerem a frase anterior, mas para não ficarem a divagar no vosso pensamento, vou já esclarecer quem é o miúdo giro de quem estou a falar!

Então…o miúdo giro de quem estou a falar é um dos homens mais importantes da minha vida!

O meu pai!

Está de parabéns! Faz 53 anos!

Desses 53 anos,

25 anos, deram lugar ao amor, a uma linda história de amor!  Foi amor á primeira vista! Quando conheceu uma miúda gira de seu nome Ana Paula… nem pensou duas vezes, embarcou numa aventura, num jogo de amar e ser amado! O casamento!

Claro está! Que esse jogo de amar e esse amado só podia dar um bom resultado!

Deu o melhor resultado de todos! Três lindos rebentos, de seu nome: Francisco, Rita, Rodrigo

Então a partir daí tem sido mais ao menos assim!

Dos 53 anos

24(anos, a idade do meu irmão Francisco) sido vividos com intensidade, desde do primeiro suspiro do menino Francisco! Digamos que ele foi a novidade! A primeira oportunidade que os meus pais tiveram para desempenhar da melhor forma possível o papel de pais…( sim…foi a partir deste momento que os cabelos brancos do meu pai começaram a dar sinal de vida)

16(anos, a minha idade) têm sido vivos de forma intensa e com incerteza misturada, com doses, elevadas de amor muito amor!

Ou melhor! Ele lá bem no fundo do seu gigante coração, sempre teve uma certeza, não são as estatísticas, os nomes esquisitos disto e daquilo, os rótulos ridículos impostos pela sociedade, que nos impedem de ser felizes! Nada mesmo nada nos pode impedir de seremos extremamente felizes! <3 e tem passado essa mensagem de forma sublime e especial!( E não, eu em nenhum  momento fiz com que os cabelos brancos se prenunciassem! Pouco convencida eu também…ahahha

13(anos, a idade do meu irmão Rodrigo) têm sido vividos quase até ficar sem folgo! Sempre a saltar e pular! A pedir sempre um bocadinho mais de energia, para as brincadeiras bastante enérgicas de pai e filho! Sim! Sou testemunha! Ser o caçula aqui da casa tem que se lhe diga! O meu pai com o meu irmão Rodrigo já está em modo, diria eu, piloto atemático! Ou seja, como já sabe as instruções todas (ou quase todas) de como ser um bom pai, deixa o resto para a mãe da criança (de seu nome Ana Paula) e para os manos mais velhos do puto! (desde do nascimento do “reguila” o aparecimento de cabelos brancos tem sido cada vez mais frequente ahahha)

Acho que nós os dois temos um sorriso bastante característico mas que não deixa de ser parecido! Também eu com um professor de tão boa qualidade, não poderia deixar de esboçar um sorriso assim tão farto não é verdade?

Ele diz que é um sortudo por me ter a mim como “professora do seu mundo” eu digo que sou uma sortuda por tê-lo como “professor (altamente graduado) do meu mundo, sou a aluna mais feliz de todos os mundos!

Resumido e concluído a tudo muito bem “misturadinho” dava um belo filme!

Meu amor! Muitos parabéns! Obrigada por tudo! Sou a filha mais sortuda de todas!

Quero muito que sejas sempre muito feliz (e já agora se puderes dá-me alguns do teus segredos…ah pensado bem não é necessário esses tais segredos vais deixando transparecer…pela pessoa fora de série que és)

Amo-te muito <3

4 comentários em “Parabéns, Pai!

  1. Isabel Geraldo

    Muito Amor!!! é a receita para família feliz, parabéns querida Ritinha e aproveita muito a felicidade.

  2. Lucília Diogo

    Parabéns ao pai e parabéns à filha linda que tão bem mostra o que lhe vai no coração! Um beijo grande aos dois.

Os comentários estãos fechados.