Eu é que sou a dona da minha vida!-Aos olhos da Rita

dscn0205Está nas minhas mãos, conduzir no caminho certo a minha vida e o meu mundo

Isto dito assim até parece egoísmo da minha parte.

Acreditem que não é. Cada um, tem a sua “vidinha” e eu como não poderia deixar de ser tenho a minha também!

Mas digo-vos! Sinceramente acho que há pessoas que devem pensar que para além da paralisia cerebral me ter sido causada por falta de oxigenação no cérebro, devem achar  também que para além de algumas células terem morrido, também aproveitaram sem dó nem piedade, para me fazerem uma “lavagem ao cérebro”.  Só pode! De tal forma que há por aí muito boa gente, mesmo convencida que a minha vida é controlada, no sentido das minhas opiniões convicções e escolhas, por terceiros. Devem achar que toda a gente (até mesmo o gato) tem opinião e controlo sobre a minha vida, menos eu. Devem ser estes os seus pensamentos constantes e depois se eu digo alguma coisa que para que já é no seu entendimento acima da minha capacidade pensam (tanto, tanto, até começam a deitar fumo) logo: – Ah, mas afinal a miúda até é inteligente! E neste momento já estou eu com uma vontade tão grande de me rir na cara das pessoas, que quando isso acontece já não me importo de passar outra vez “pela coitadinha que até fica feliz a falar com os outros” porque aqui pelo menos tiro proveito e divirto-me com tanta santa ignorância….

Isto “desconfiança” de que eu não controlo a minha vida e que tenho de ser sempre ajudada (em testes, ou por exemplo a escrever, vejam só) à medida que a minha idade e as minhas conquistas vão aumentando devia diminuir, mas fontes seguras garantem-me que acontece exatamente o contrário. O que quer dizer que de aqui a uns anos quando acabar a minha licenciatura me estarão a perguntar da forma mais indireta possível: – “Tiveste ajuda, para chegar até aqui, certo?” Tipo “Como é que fizeste isto?”

Pensando bem já que tenho a fama, podia arranjar aí umas cunhas não acham?

Acontece que quem decide a minha vida sou e ai de alguém que se intrometa no meu caminho

Sim…

Eu é que tenho de dar a volta as consequências das minhas escolhas.

Eu é que tenho de sentir que tenho capacidade para sorrir.

Eu é que tenho de sentir que não posso desistir.

Eu é que tenho de tomar as decisões que acho melhores para mim

Eu é que tenho de saber ouvir o que o meu corpo

Eu é que tenho de suportar as minhas dores

Eu é que sou a adolescente que tem de fazer escolhas de adultos no mundo deles

Eu que posso saber, se me apetece e se devo exprimir os meus sentimentos.

Eu é que tenho de saber que dá mais jeito ser independente, mas para isso tenho de fazer o dobro do esforço que os outros fazem.

Eu é que sei aquilo que quero dizer ao mundo.

Eu é que sei quais são os sentimentos que quero exprimir num determinado momento

Eu é que sei, quando vou, por exemplo a uma sapataria quais são os sapatos os sapatos que gosto mais, não a pessoa que vai comigo porque todos os gostos são diferentes e não era só porque sim que os meus gostos tinham de ser iguais aos dos outros.

Sou eu, só eu e mais ninguém neste mundo.

Perceberam?

Por isso por favor cheguem mais rápido á conclusão e sem dar tanto nas vistas que independente das minhas diferencias físicas eu sou a Rita Bulhosa. Só isso e nada mais.

6 comentários em “Eu é que sou a dona da minha vida!-Aos olhos da Rita

  1. Detty

    Orgulhosa de ti <3 e mais nada!
    Porque disseste tudo e muito bem 😉

  2. Elisabete Coelho

    É assim mesmo sê tu própria sem filtros e o que os outros dizem não conta beijinhos ?

  3. Maria Sousa

    Adorei, Rita <3
    Sabes que me apetece subscrever também este texto???
    Ó Rita, fogoooo…. às vezes a paciência também nos falha!!!
    Porque será que a maioria das pessoas só "vê o embrulho"???
    És uma querida e, sem saberes, estás a ajudar muita gente!!! Acredita que até…. os ditos normais…. ???
    Luta sempre, grande GUERREIRA!!! ?

  4. Maria Filomenada Silva

    Mais uma vez és uma força…até a dizer: Chega!Tudo o que dizes de ti ,devia ser o sentir de muitos adolescentes que não se esforçam por ser reponsáveis pelas suas decisões e gostos, embora possam aparentar menos dificuldades….Por isso há tantas pessoinhas que não entendem, que chegues e vás resolvendo as tuas dificuldades e ultapassando metas com uma força e alegria só tuas.Continua e serás sempre um exemplo a seguir

  5. Teresa Torres Martins

    UI! É mesmo um texto REACTIVO e com que “força”! às vezes temos de marcar a(s) nossa(s) diferença para que não restem dúvidas, de que “EU é que sou o Presidente da Junta ” 🙂 há muitos, mas “EU É que sou a dona da minha vida” , infelizmente há poucos e poucas !
    Bora lá , avó Teresa “Rabitesa” também se sente como dona da sua vida 🙂

  6. isabel

    DIÀLOGO
    Levarás
    pela mão
    o menino
    até ao rio. Dir-lhe-ás
    que a água é cega
    e surda; muda,
    não. Que o digam
    os peixes, que em silêncio
    com ela sustentam
    seu diálogo líquido,
    de líquidas sílabas
    de submersas
    vogais.

    Albano Martins
    (Conto estrelas em ti, Palmo e Meio, 2000)

    🙂

Os comentários estãos fechados.