A minha estrábica visão do mundo

14681868_1183108938416865_729494855384541421_n

O que pensar quando abro o meu e-mail e tenho uma mensagem do meu pai, com esta foto?

Acho que lhe estava a dar uma certa nostalgia quando a decidiu enviar esta foto. Coisa de pai e de miúda que é a princesa cá da casa.

Confesso que, já dei de caras com ela mais de mil vezes, e sempre que a reencontro penso “realmente eu tinha tanto de fofinha como de estrábica”

Esta foto, foi das poucas tiradas no fotógrafo.

Outra das paixões ocultas do meu pai é a fotografia. Conclusão: se ainda hoje anda sempre de máquina em punho, imaginem antigamente em que eu e os meus irmãos estávamos os miúdos mais fofos do seu papá?

Bem, não se aguentava mesmo, era só tirar fotos. Agora é igualzinho, é um pai babado e não consegue disfarçar isso, nem um bocadinho!

Tenho carradas de fotografias, nos cenários mais improváveis

Desde o primeiro banho, à primeira caminhada, ao primeiro andarilho, às primas canadianas, ao primeiro sorriso estrábico.

Enfim, toda a minha vida pode ser resumida a fotos.

E neste texto quero falar desta foto em particular, sempre foi a que achei mais piada. Não sei, mas acho que estou com um certo ar de pipi das meias altas, intelectual. Sim, aquele carapito ali a meio da minha cabeça sonhadora, fez toda a diferença sem dúvida. Ahahha.

Não sabia, no entanto, uma curiosidade gira que a minha mãe só hoje me revelou: um dos olhos está pintado com um risco preto para não se notar tanto que estava estrábico…Lá está estes são daqueles segredos que para além de não fazem mal nenhum a ninguém só são descobertos se alguém os revelar.

Claro está que os olhos estrábicos, para além do ar de intelectual, sempre foram uma coisa bastante notória em todas as minhas fotos. Aliás, ainda hoje os olhos estrábicos me assombram as fotos, mas a única diferença é que antigamente isso até tornava a foto fofinha, agora torna a foto um desastre. Mas como dizem os brasileiros, “não tô nem ai”! não tenho tempo para ter complexos alguns.

A verdade é só uma: com olhos estrábicos ou menos estrábicos, vou continuar a dar conta da minha visão do mundo aos outros, com uma regra preciosa: sempre de sorriso na cara.

P.S Espero que tenham gostado de ver este tesourinho! Ahahaha

3 comentários em “A minha estrábica visão do mundo

  1. isabel

    É muito bom cada um de nós ver a vida com os olhos (físicos) que trás 😀 De onde? – De mundos antes de virmos para este.. 🙂 E percebê-la com os da alma! <3 Olha, gostei da reflexão, podes continuar com qualquer tema que te der na gana 😀

  2. Paula

    És linda! Acredita que quando vi a foto nem sequer reparei no estrabismo é comum nos pequeninos ???

  3. Detty

    Continuas a mesma fofa de sempre <3
    Só que agora colocas nas tuas palavras a tua digna "visão" …maravilhosa !

Os comentários estãos fechados.