Aos meus amigos.

Sempre convivi lindamente comigo e com o meu “bicho mau” (, apesar de não fazer de mim o que quer) de estimação chamado paralisia cerebral. Sempre gostei daquilo que vi e continuo a ver ao espelho. Sempre achei piada ao facto de ter uns apetrechos todos estilosos que me ajudam e facilitam a marcha. E […]

Read More