Pensar como adulta, sentir como adolescente…

Novembro 20, 2017 Rita

Pensar como adulta, sentir como adolescente

 

Já lá vai o tempo em que me senti desajustada e incompreendida por não conseguir encontrar um equilíbrio entre o mundo de miúdos e miúdas da minha idade e o mundo dos adultos que sempre me fascinou.

Agora e ainda bem, consigo encontrar esse equilíbrio precisamente por ter percebido que por muito que não queira, a vida fez-me crescer mais rápido, o que vai para sempre fazer de mim, uma miúda mais madura.

 

Não me considero mais inteligente, ou como mais jeito “para ser adulta”.

 

Simplesmente a vida fez com que eu me cruzasse com “realidades maduras” bem mais cedo do que as pessoas da minha idade.

Ando sempre um passo à frente, faço por me manter informada sobre o mundo dos adultos e na maioria das vezes, gosto de manter postura adulta adaptando essa mesma postura ao formato de adolescente.

Confesso desde já que às vezes preferia mil vezes não pensar de forma tão adulta. É que principalmente quando sinto aquelas cenas de adolescente, a minha parte adulta deixa-me sentir, mas já de uma pragmática…E um adolescente raramente é pragmático, aliás, anda muito nas nuvens…E é tão bom andar nas nuvens! Eu gosto mesmo!

Mas…o politicamente correto chama-me à terra! E eu, inevitavelmente tenho de voltar!

A verdade é que independente de eu pensar como adulta, sinto como adolescente e não posso ignorar nem uma coisa nem outra. Sinto de formas duas formas diferentes, no mesmo instante.

E, se não consigo mudar a minha forma de ser e estar na vida …por que razão isso tem de ser impedimento para viver as coisas da minha idade? EU ACHO que POSSO E DEVO VIVER TUDO O QUE TENHO DIREITO à minha maneira. E ao mesmo, como é claro tempo estar atenta às cenas mesmo chatas dos adultos…

Sinceramente o importante mesmo é ser feliz <3

0 Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *