Os meus mascotes favoritos

Março 13, 2016 Rita

IMG_2472

Sim! Isto passou-me pela cabeça!

Claro que não vai passar pela vossa, porque vocês não têm a sorte de ter estas mascotes na vossa vida!

Quer dizer! Na vossa perspetiva, ainda bem que não as têm, porque isso é sinal de “que são pessoas do padrão coletivo, os ditos normais”!

Desculpem, mas eu penso exatamente o contrário! Eu acho que sou a pessoa mais abençoada do mundo por tê-las na minha vida! Sinto que estou aqui nesta vida a cumprindo uma missão com mais tempo para pensar (é uma missão que não faço a mínima ideia qual é…mas mesmo não sabendo, faço por cumpri-la todos os dias de acordo com a minha forma de estar e pensar). Uma vez que o meu corpo é mais frágil, muitas vezes não se porta da forma como eu queria, enviaram-me as minhas mascotes favoritas, que são uma espécie de prolongamento do meu corpo (diga-se que até lhes faço vontades a mais, mas isso já é outra história que tenho de me apressar a resolver)!

Estão curiosos, não é? Podem perguntar: Quem são essas tuas mascotes?

Não são nada mais, nada menos do que: O meu andarilho, a minha cadeira de rodas e as minhas canadianas!

Já viram? Umas geringonças que a vocês não vos dizem nada e a mim dizem tudo, são essenciais!?

Sabem porquê? precisamente porque me dizerem coisas indetermináveis! E pela dependência que tenho deles sempre em todos os momentos e mais alguns! Hoje decidi dar-lhe vida própria! Passara texto as nossas conversas baixinho.

Costumamos ter diálogos deste género! (Isto é o que faz estar sempre com a cabeça nas nuvens….Até imagino diálogos com objetos vejam só!)

Diz-me o andarilho: – Rita! Não achas que já está na hora de te mexeres um bocadinho!? (Juro… fica a olhar para mim tão fixamente que eu até fico com problemas de consciência! E lá me vou mexendo um bocado! 🙂  )

11391657_1042116279145765_5887170009296392101_n (1)

Logo as canadianas que não querem ficar atrás na conversa: – Sim Rita!  De facto estás muito parada para nosso gosto! É fácil!  Anda….Nós vamos passear contigo!

Metediço o andarilho diz logo:- Não Rita! Tu vens mas é comigo! Ficas mais segura miúda!

Quem disse isso?! – Metem logo conversa  as canadianas –  Nada disso Rita! Nós é que te conseguimos dar o apoio que tu precisas! E de forma silenciosa!

1010156_166631013537218_1301399903_n

Sim! Porque o Andarilho tem a mania! Não sei como é que ainda o aguentas! É tudo menos discreto! Não podes dar um passo sequer… que ele faz logo um barulho tremendo a rolar na calçada….

Aliás estou mesmo a imaginar uma situação mais desastrosa (vejam só até que ponto a minha imaginação foi) continuam a manter conversa as canadianas muito cheias do seu saber: – Rita! Olha! Imagina que estás no mesmo sítio que o rapaz que gostas, mas não queres que ele saiba que estás ali? O andarilho desastrado como é…faz logo um barulho gigante e o rapaz fica logo a saber que estás ali! Tens a certeza que queres mesmo passar por essa situação? Vem mas é connosco, sempre passeamos juntas.

Diz logo o andarilho a defender o seu ponto de vista: – Rita! Olha que isso não é verdade! Elas estão, mas é a quer denegrir a minha imagem!

Tenho mesmo que ser eu a meter ordem nisto: – Calma! Eu preciso de todos!

Mas sabem que mais!  Estou cansada hoje! Vou de cadeira (de rodas)!

Ei! Cadeira das rodas grandes! Onde andas tu?

É claro que os meus pais sem saberem destes meus diálogos, não deixam de retorquir : Rita! Não sejas preguiçosa! Mexe-te!

Canadianas e andarilho (em coro e baixinho só no meu cérebro):-  Vês Rita! A tua mãe também concorda connosco! (já viram isto…a meus pais fazem-lhes mais vontades a “eles” do que a mim!ahahah)

923198e9-804c-4331-951d-364f26be613b

– Pronto! Já arranjei uma solução! Que tal se vos levar a todos?

Cadeira andarilho e canadianas: sim, sim, sim! (o carro dos meus pais é de mala XXL ahahha :P)

O meu irmão Rodrigo é que não acha nenhuma piada, está sempre a resmungar: Nem me acredito Rita!!!! Vamos mesmo ter de levar isto tudo? É que assim eu não vou poder levar a minha bola e o meu pc , as minhas coisas…

É aqui que eu faço um certo ar de gozo que logo o deixa amuado): – Sim querido maninho do meu coração (quando lhe começo a chamar estes nomes todos ele já sabe que estou no gozo) lamento informar-te, mas vamos ter de levar isto tudo na mala do carro sim!

E pronto assim seguimos viagem! De mão dada com umas quantas gargalhadas e muita diversão!

E os meus amigos que ganham vida no meu mundo imaginário (as canadianas o andarilho e a cadeira de rodas) estão sempre lá (já dei uns belos “tralhos” com os três…mas depois felizmente acaba tudo bem)!

Eles são o prolongamento do meu ser da minha essência! São os meus auxiliares para puder ir mais além!   Dão-me vida a mim e eu de certa forma dou-lhe vida também! Nem que seja apenas no meu imaginário!…Já viram o TOY STORY…aqueles bonecos também são de tecido e plástico mas têm a vida que se lhe quiser dar. Os meus auxiliares são uns bons conversadores quando eu quero. 🙂

4 Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *