Da positividade à ansiedade

Dezembro 6, 2016 Rita

15241408_10211303381762363_240328033939258867_nAssim me encontro eu.

Algures entre o medo e ansiedade mas nunca na negatividade.

E quando me perguntam:- Em que estás pensar para ficares assim? Não podes ter medo, a operação vai correr bem.

Sim eu sei disso tudo, mas sinceramente, não consigo dar uma resposta concreta sobre o que tenho andado a pensar nestes dias…

Se querem que vos diga, acho que penso em tudo e em nada. Agora mais que nunca ando na lua.

A uma semana da operação, a incerteza é muita, o medo é algum a positividade é de duzentos porcento…

Esta semana não tem sido muito fácil, especialmente porque tenho perfeita noção de que tenho de me concentrar a distrair ao mesmo tempo. Uma confusão.

Se querem que vos diga acho que esta semana especialmente os dias têm passado de forma alucinante, entre exames e consultas que são necessários que ainda faltam para a cirurgia, eu sorrio com uma vontade muito grande de “despachar” tudo isto.

A sério! O ideal mesmo era adormecer num dia e acordar no outro com a operação e a recuperação toda feita…mas já que não pode ser, é melhor ter força e determinação para que isto passe cada vez mais rápido.

Nestes dias, a frase que mais ouço é: “Mas porque é que estás assim?” “É para o teu bem..”

E então? Acho que não há ninguém melhor do que eu que saiba que isto é para meu bem, mas, por amor de deus! Acho que ninguém no seu prefeito juízo vai para uma operação bastante delicada de 8 horas como se fosse para uma festa, ou estarei eu a pensar de forma errada!?

Não se preocupem mesmo os que pensam que este texto reflecte pensamentos de uma miúda desesperada e triste, porque essa não é a verdade. A verdade é que este texto é de uma miúda que andará uns quantos dias perdida na imensidão do mundo, mas que nem por isso desiste muito menos se esquece do seu mau feitio.

Esta semana ando a mil mas vou dando notícias! Vou tentar distrair-me e sobretudo descansar.

 

6 Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *